Doença pelo Novo Coronavírus 2019 – COVID-19
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Doença pelo Novo Coronavírus 2019 – COVID-19

Atualização enviada pelo Dr. Marcelo Wada – Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica no Mundo

Diariamente, o Ministério da Saúde atualiza os dados acerca do número de casos confirmados de COVID-19 no mundo e no Brasil.

Os dados estão disponíveis na Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (IVIS), disponível no endereço eletrônico http://plataforma.saude.gov.br/
Essa plataforma contém os dados consolidados e atualizados pelos Municípios e Estados diariamente até 12 horas.
O Ministério da Saúde considera os dados epidemiológicos sobre o surto atual de COVID-19 provenientes do site oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS), pois os mesmos são validados internacionalmente. Orientamos que os órgãos não utilizem outra fonte de informação.

As informações sobre COVID-19 estão disponíveis no endereço eletrônico da OMS:
https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

De acordo com a OMS, com dados publicado até 21 de fevereiro de 2020, foram confirmados 76.769 casos no mundo, acometendo 26 países (tabela 1). Destes, 75.569 casos (98,4%) foram notificados pela China, incluindo as regiões administrativas especiais de Hong Kong (68 casos confirmados), Macau (10 casos confirmados) e Taipei (26 casos confirmados). 

2020-02-21-Boletim-Epidemiologico03

Situação no Brasil

No período entre 18 de janeiro a 21 de fevereiro de 2020, a Secretaria de Vigilância em Saúde

recebeu a notificação de 154 casos para investigação de possível Infecção Humana pelo COVID-19

(Tabela 2). Todas as notificações foram recebidas, avaliadas e discutidas, caso a caso, com as

autoridades de saúde dos Estados e Municípios. O primeiro caso suspeito no Brasil foi notificado no dia 22 de janeiro de 2020.

Dos 154 casos notificados, 01 (0,7%) caso permanece em investigação como caso suspeito, 51

(33,1%) foram descartados por confirmação laboratorial para outros vírus respiratórios e 102

(66,2%) foram classificados como excluídos, por não atenderem à definição de caso. Destaca-se, no entanto, que todos os casos excluídos estão sendo monitorados conforme protocolo da vigilância da Influenza.

O perfil epidemiológico do atual caso suspeito é: brasileira, sexo feminino, 21 anos de idade,

residente da China, encontra-se atualmente no RJ, chegou ao Brasil no dia 17 de fevereiro de 2020, início dos sintomas no dia 11 de fevereiro de 2020 (febre, tosse, dor de garganta e fraqueza), nega comorbidades.

Quanto aos 51 casos descartados, 28 (54,9%) são do sexo masculino e 23 (45,1%) do sexo feminino.

A mediana de idade foi de 28 anos, variando de 0 a 64 anos. Desses, quatro (7,8%) referiram a

presença de comorbidades, sendo dois com hipertensão, um com doença renal e um com doença

pulmonar crônica. Quanto aos sinais e sintomas relatados, 51 (100%) apresentaram febre, 44

(86,3%) tosse, 30 coriza (58,8%), 22 (43,1%) dor de garganta, nove (17,6%) fraqueza e três (5,9%) dificuldade de respirar. Com relação ao histórico de viagem, 49 casos referem ter ido à China, sendo que destes três (03) visitaram Wuhan. Dois (02) casos não viajaram para a China e foram contato de casos suspeitos.

Para os 51 casos descartados, foram identificados os seguintes vírus respiratórios:

12 Influenza A, oito (08) Influenza B, , sete (07) Rinovírus, dois (02) Metapneumovírus, dois (02) Vírus Sincicial Respiratório, dois (02) Adenovírus, um (01) Parainfluenza, e 17 casos negativos para COVID-19.

Entre as semanas epidemiológicas 02 e 08 (05 de janeiro a 21 de fevereiro de 2020), o Centro de

Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) Nacional capturou 148.950 rumores.

Destes, foram analisados 689 rumores relevantes, onde 270 relacionavam-se à Infecção Humana

pelo COVID-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!