ONU DECLARA 2011 COMO O ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

ONU DECLARA 2011 COMO O ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2011 como o Ano Internacional de Florestas. Com o tema “Florestas para as pessoas”, a data será lançada em 24 de janeiro, durante a 9ª Sessão do Fórum das Nações Unidas para Florestas (UNFF, sigla em inglês), em Nova York, nos Estados Unidos.

Para comemorar o marco, o Ministério do Meio Ambiente prepara uma série de eventos para trabalhar a conscientização da importância das florestas para a população, especialmente no que diz respeito a conservação, manejo e desenvolvimento sustentáveis.

Em todo mundo, as florestas cobrem 31% da área terrestre, servem de casa para 300 milhões de pessoas e garantem a sobrevivência para outros 1,6 bilhão. O Brasil, segundo país com a maior extensão florestal do planeta, atrás apenas da Rússia, tem 516 milhões de hectares de florestas naturais e plantadas, o que equivale a 60,7% do território nacional, de acordo com dados do Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

Dentre as funções prioritárias definidas pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a maior parte das florestas brasileiras ainda tem uso prioritário desconhecido ou indefinido, seguido por mais de 128 milhões de hectares das reservas extrativistas, reservas de desenvolvimento sustentável – unidades de conservação de uso sustentável – e terras indígenas, consideradas função prioritária de serviço social, por incluir populações indígenas e comunidades tradicionais entre as beneficiárias do uso da floresta.

O restante da área de florestas está dividido entre proteção do solo e recursos hídricos (estimativa de 10% da área total do País em áreas de preservação permanente); conservação da biodiversidade em unidades de conservação federais e estaduais, em sua maioria de proteção integral; produção madeireira e não madeireira em florestas nacionais, estaduais e florestas plantadas; e áreas de proteção ambiental, outra categoria de unidades de conservação de uso sustentável que permitem usos múltiplos, como áreas urbanas.

As florestas brasileiras também garantem 615.947 empregos formais, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego de 2009. A maioria dos trabalhadores (172.740) está na indústria moveleira, seguidos pela produção de celulose e papel (163.182), desdobramento de madeira (83.114), produção florestal em florestas plantadas(62.877), atividades de apoio à produção florestal (44.419), produção de estruturas e artefatos de madeira (43.742) e produção florestal em florestas nativas (6.382).

Fonte: 
Ministério do Meio Ambiente

leia mais: http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2011/01/17/onu-declara-2011-como-o-ano-internacional-das-florestas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!