PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL INTEGRADA NA SAÚDE
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL INTEGRADA NA SAÚDE

PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL INTEGRADA NA SAÚDE

Saiba mais sobre o programa PGAIS

Selo “CAC” Compromisso Ambiental Consciente – solicite maiores informações.

O QUE É O PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL  INTEGRADA NA SAÚDE – PGAs

É um conjunto de ações, informações e diretrizes que vem orientar os profissionais da área de saúde no cumprimento das legislações vigentes:  ANVISA RDC 306 / CONAMA 358 / MT – NR32
1- Auxilia na elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos – PGRSS  e da adequação a NR32
2- Oferece a Educação Continuada obrigatória .
3- Orienta no monitoramento da implementação desse documento.
4- Orienta na montagem dos indicadores.
5- Orienta no cumprimento das licenças ambientais.
6- Orienta a conformidade com a NR 32
7- Orienta nos trabalhos de conscientização ambiental e a responsabilidade social através de fornecimento de material  técnico  para elaboração dos programas .
8- Concede o selo  “CAC” Compromisso Ambiental Consciente

O QUE É O PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE – PGRSS

O PGRSS um conjunto de procedimentos de gestão que visam o correto gerenciamento dos resíduos produzidos no estabelecimento.
Esses procedimentos devem ser, planejados e implementados a partir de bases científicas e técnicas, normativas e legais, com o objetivo de minimizar a produção de resíduos e proporcionar aos resíduos gerados, um encaminhamento seguro, de forma eficiente, visando à proteção dos trabalhadores, a preservação da saúde pública, dos recursos naturais e do meio ambiente, seguindo, rigorosamente as legislações ANVISA RDC 306 e CONAMA 358.

O PGRSS gerenciamento deve abranger todas as etapas de planejamento dos recursos físicos, dos recursos materiais e da capacitação dos recursos humanos envolvidos no manejo dos RSS.

COMO FAZER O PGRSS

O PGRSS a ser elaborado deve ser compatível com as normas locais relativas à manuseio, coleta, transporte e disposição final dos resíduos gerados nos serviços de saúde, estabelecidas pelos órgãos locais responsáveis por estas etapas.
A elaboração do PGRSS consiste em fazer uma análise quali e quantitativa de cada resíduo gerado e organizar sua forma correta de manuseio, da geração até a  destinação final,seguindo a legislação de acordo com o tipo de resíduo gerado.
O PGRSS é específico, direcionado, integrado e continuado, não sendo apenas um documento passivo.

QUEM DEVE FAZER O PGRSS

Todos os geradores de Resíduos de Serviços de Saúde
Todo gerador deve elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde – PGRSS, baseado nas características dos resíduos gerados e na classificação desses resíduos, estabelecendo as diretrizes de manejo dos RSS.

Para efeito deste Regulamento Técnico, definem-se como geradores de RSS todos os serviços relacionados com o atendimento à saúde humana ou animal, inclusive os serviços de assistência domiciliar e de trabalhos de campo; laboratórios analíticos de produtos para saúde; necrotérios, funerárias e serviços onde se realizem atividades de embalsamamento (tanatopraxia e somatoconservação); serviços de medicina legal; drogarias e farmácias inclusive as de manipulação; estabelecimentos de ensino e pesquisa na área de saúde; centros de controle de zoonoses; distribuidores de produtos farmacêuticos, importadores, distribuidores e produtores de materiais e controles para diagnóstico in vitro; unidades móveis de atendimento à saúde; serviços de acupuntura; serviços de tatuagem, dentre outros similares.

Estaremos disponibilizando, em breve todos os detalhes do programa, assim como a lista de profissionais participantes.

CMQV
Conselho Consultor

 

COORDENADORA DO PROGRAMA – Dra. Célia Wada  

 

celia@consultevida.com.br

 

Farmacêutica- bioquímica (USP) – Especializaçãoem Análises Clínicas(SNPC), Energia Nuclear (CNEM), Ecologia (OSEC). Pós graduação em Administração e Gestão Hospitalar (Fac. Hoyler), Medicina Preventiva baseada em Evidência ( ABMAE), História da Arte (FAAP). Mestranda em Gestão de Recursos Hídricos e Auditoria Ambiental (FUNIBER). Cursos de extensão nas área de gestão ambiental , infecção hospitalar, gerenciamento de risco, CIPA, arquitetura hospitalar, gestão ambiental em áreas de mananciais, meio ambiente e negócios, análises clínicas , imunologia, microbilogia, citologia oncótica, gestão ambiental, gestão de resíduos, gestão de riscos, análise de sustentabilidade, créditos de carbono, gestão de áreas impactadas, perícia ambiental, políticas de resíduos(nacional de federal), EIA/RIMA/RAP, políticas públicas. Consultora de sustentabilidade do SINCEP, Consultora de Sustentabilidade da ASE All Safety Ergonomics, Diretora Executiva da A1 Consultores Associados, Presidente do Comitê do Meio Ambiente da Câmara Ítalo Brasileira de Comércio de São Paulo, Membro fundador da ABMAE – Academia Brasileira de Medicina Anti-Envelhecimento , Ex- Presidente da comissão de Proteção Ambiental do Rotary Club Aeroporto, Presidente do Comitê do Meio Ambiente da Câmara de Comércio da China, Presidente e fundadora da CMQV – Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida, Coordenadora do Projeto Ambiental Reconstruindo um Mundo Melhor da CMQV e IBEA, Coordenadora do Grupo Ambiental da ABMAE – (meio ambiente no anti-envelhecimento ).Coordenadora do LABFAR – CTRQB – Comissão de Apoio a Riscos Químicos e Biológicos da UNIFAR –( União Farmacêutica do estado de São Paulo). Membro da SBCC – Sociedade Brasileira de Contorle de Contaminação, Coordenadora da implantação do PGRSS e da NR32 do Hospital Municipal do Campo Limpo. Atuação na área ambiental clínica / hospitalar desde 1987. Publicação de artigos técnicos em portais, revistas especializadas técnico-científicas de saúde e meio ambiente, participação em projetos de leis estaduais , municipais e federais,entre outras participações:

 

ANVISA – RDC 306  – Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde

 

CONAMA Resolução 358 – Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde

 

MTE –  NR32 – NR32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Assistência à Saúde.

 

Cursos sobre PGRSS e NR32 ministrados desde 2004 (mais de 80 turmas formadas), em vários estados do Brasil.

 

– Autora do capítulo: Capítulo 24 – “Gestão Ambiental de Resíduos nos Serviços de Saúde” do livro : Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica – livro editado pela equipe da Universidade de São Paulo – editado pela editora Guanabara Koogan – novembro 2007

 

– Autora do livro: Arte e o SER Mulher

 

– Autora do livro: Equilíbrio e Qualidade de Vida

 

– Autora do capítulo – “Meio Ambiente no Antienvelhecimento” do livro: “Gestão Antienvelhecimento – Um guia completo para a manutenção da Saúde e da Qualidade de Vida” – Editora Santos (sendo editado).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *