/
/
A SUSTENTABILIDADE VAI MUITO ALÉM DO VERDE
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A SUSTENTABILIDADE VAI MUITO ALÉM DO VERDE

O que é SUSTENTABILIDADE?

A palavra SUSTENTABILIDADE é bastante clara ou seja, uma situação é dita Sustentável quando tem condições de se que manter.

O tema foi levantado pela primeira vez em 1972 quando o Clube de Roma publicou o artigo “The Limits to Growth” que mostrava, cientificamente, que o conceito de crescimento sem fim, dentro de um sistema fechado (como é nosso planeta) não tem base racional.

 

Os cientistas, especialmente os bilólogos e profissionais mais ligados à área consegue, perfeitamente, demosntrar esse sistema porém, nossos políticos e nossos empresários ainda não tem essa visão técnica.

Em 1983 a Word Commission on Environment and Development (WCED), conhecida como “Relatório de Brundlandt” definiu o termo “sustentável” pela primeira vez.

Em 1997 tem inicio o Protocolo de Kioto.

Em 1992 a ECO 92  surge a Agenda 21 e com ela, o direito que as pessoas tem de participar das decisões que lhes afetarão.

A Sustentabilidade é uma situação que se mantém. Para se analisar uma situação sustentável, todo o processo dito operacional tem que ser levado em conta, estudado e calculado Meio Ambiente, Economia e Sistema Social.

Isso todo mundo sabe agora, porém, vamos ver REALMENTE o que quer dizer um Processo Sustentável.

O Processo Sustentável não tem haver, APENAS, com o nosso querido “mico Leão Dourado”, com a nossa Água ou com as nossas Mudanças Climáticas.

A Sustentabilidade vai muito além do verde.

 

 

 

Precisamos acordar nosso povo ou ainda, ensinar o nosso povo.

Será que ninguém entende que sustentabilidade vai muito além do  “verde”???

Falou em “Meio Ambiente” falou em  “verde”. Por que?

 

Porque isso dá status, está na mídia.

Esta na moda falar de meio ambiente, de sustentabilidade e agora pior que isso, é a mania “achar” que tudo que é verde faz bem  meio ambiente, é correto, é ecologicamente certo e é SUSTENTÁVEL.

Há uma total desinformação do que é realmente é sustentabilidade.

O que é um processo “ecologicamente correto”? o que é um processo sustentável?

Se você lavar suas garrafas pets para levar para reciclagem, com baldes e baldes de água, usando detergente, deixando as garrafas limpinhas, será que estará agindo de acordo com o que preconizamos de processo sustentável?

Olha aí o aquecimento global…..qual será o real vilão dessa calota?

 

Emitimos sim mas, porque não controlamos essas emissões? Isso é perfeitamente possível e viável.

Por que buscar alternativas em matérias finitas?
Usar biocombustíveis para diminuir a dependência energética…
mas que dependência? Do petróleo?
 

Pelo que explicam, a partir de agora, se “planta” biocombustível para alimentar as máquinas dái aqui vai uma pergunta….o que se faz para alimentar os donos das máquinas ???? ……sim porque se o solo for usado para gerar energia  para nossas maquinas o que será usado para energia energia para nossos organismos?
Quanto tempo a natureza leva para “fabricar” um litro de etanol e em quanto tempo esse litro de etanol é gasto? O quanto se gasta da própria natureza para se fabricar esse litro de etanol?

A energia física estrutural que retiramos dos alimentos….que solo será usado… será usado o solo de Marte? Quem sabe…

Com o aumento vertiginoso de da população da terra, pelo total descontrole de natalidade, em poquíssimo tempo não teremos nem mais solo e nem mais água mais  para plantarmos

Agora o nosso ilustríssimo presidente resolveu desenvolver o “Carro Verde”.

Em reportagem  escrita Por Sybille de La Hamaide temos

”PARIS (Reuters) – Os biocombustíveis, festejados por reduzir a dependência energética, aumentar a receita agrícola e ajudar a combater as alterações no clima, na verdade podem acabar sendo prejudiciais ao meio ambiente e encarecendo os alimentos, indicou um estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

No relatório sobre o impacto dos biocombustíveis, divulgado  pela OCDE disse que eles podem “promover uma cura pior que a doença que tentam tratar”.

A pressão atual para ampliar o uso de biocombustíveis está criando tensões insustentáveis que vão abalar os mercados sem gerar benefícios ambientais significativos”, disse a OCDE.

“Quando se levam em conta a acidificação, o uso de fertilizantes, a perda de biodiversidade e a toxicidade dos pesticidas agrícolas, o impacto geral do etanol e do biodiesel sobre o meio ambiente podem superar fácil os do petróleo e do diesel mineral”, afirmou a organização.

Dessa forma, a OCDE pediu aos governos que cortem os subsídios para o setor e que incentivem as pesquisas para encontrar tecnologias que evitem a concorrência pela terra usada para a produção de alimentos.

Para a OCDE, os incentivos fiscais adotados em muitas regiões, como na União Européia e nos EUA, podem esconder outros objetivos, como proteger a agricultura da abertura comercial.

A organização orientou os membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) a aumentar os esforços a fim de reduzir as barreiras às importações de biocombustíveis, para permitir a entrada de países em desenvolvimento que têm sistemas ecológicos e climáticos mais adequados à sua produção

Também aconselhou os governos a tentar reduzir a demanda por combustível nos transportes, em vez de incentivar a produção dos chamados combustíveis “verdes”.

“Um litro de gasolina ou diesel conservado porque uma pessoa caminha, anda de bicicleta, pega carona ou ajusta o motor de seu carro muitas vezes é um litro de gasolina ou diesel economizado a um custo muito menor que subsidiar novas fontes ineficientes”, disse o texto.

Os biocombustíveis, fabricados principalmente a partir de grãos, sementes e açúcar, vêm sendo responsabilizados pelo aumento nos preços dos commodities, junto com outros fatores como a menor produção.

Em resumo, muito além do “verde” devemos falar  COM CIÊNCIA, não “achando” mas sim, SABENDO.

Muito além do verde está a nossa necessidade real…

 

O dolar é verde….mas……..não se come!

NO PROCESSO IDEAL REALMENTE SUSTENTÁVEL As ações devem SEMPRE como meta a QUALIDADE DE VIDA DO SER HUMANO

PROCESSO SUSTENTÁVEL é aquele onde TODAS as etapas do seu ciclo forem SUSTENTÁVEIS  ou, resumindo, podemos simplificar – TODAS AS ETAPAS DO PROCESSO PRODUTIVO, INCLUINDO O OBJETO DO PROCESSO, E, PRINCIPAMENTE, OS ATORES HUMANOS DO PROCESSO SEJAM SUSTENTÁVEIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!