Dia Mundial da Segurança do Paciente – 17 de setembro

Hoje, 17 de setembro, é o Dia Mundial da Segurança do Paciente. A data foi criada este ano, 2019,  pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar para a importância da assistência segura. A mensagem é uma convocação para todos, gestor, profissionais de saúde, pacientes, familiares, cuidadores: Vamos Lutar pela Segurança do Paciente.

O Brasil tem o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), criado para melhorar o cuidado com pacientes e profissionais nas unidades de saúde do Brasil. O tema é de grande importância aqui e em todo o mundo. Por isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu a data 17 de setembro como o Dia Mundial de Segurança do Paciente.

Criado neste ano durante a 72ª Assembleia Mundial da Saúde, o dia mundial tem como tema “Segurança do Paciente: uma prioridade global de saúde”. A Segurança do Paciente é um dos seis atributos da qualidade do cuidado e tem adquirido grande importância para os pacientes, famílias, gestores e profissionais de saúde com a finalidade de oferecer uma assistência segura.

Programa Nacional de Segurança do Paciente

O Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) para melhorar a assistência prestada aos usuários em todos os estabelecimentos de saúde do Brasil. Por meio da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde, o Governo Federal trabalha para que as ações do PNSP estejam articuladas às demais políticas de saúde. Assim, promove-se a integração e a soma esforços para melhoria da qualidade dos serviços e segurança dos cuidados no sistema de Saúde.

Este ano, o Ministério da Saúde participou pela primeira vez da Reunião do Comitê Diretivo da Cúpula Global Ministerial sobre Segurança do Paciente, da OMS. Na ocasião, o Brasil apresentou o desenvolvimento do PNSP, como a campanha ‘Abril pela Segurança do Paciente’, realizada anualmente desde 2015.

Ações e resultados do Programa Nacional de Segurança do Paciente

3780 Núcleos de Segurança do Paciente no CNES

5000 Profissionais Especializados em Segurança do Paciente no SUS

255 hospitais em projetos do MS de melhoria de Segurança do Paciente

6650 alunos cursando EAD de Segurança do Paciente

27 UF Apoiadas na construção das atividades de Segurança do Paciente (APS/ Hosp./Educação em saúde)

Construção da Agenda Global – Desafio Global e Dia Mundial

Atualização de Currículos dos profissionais da Saúde com a inclusão do tema “Segurança do Paciente”

Redução de Desperdício R$ 149 milhões (Projeto Colaborativo)

Redução de Danos: mais de 978 vidas salvas e 2.888 infecções evitadas

De acordo com a OMS, milhões de pacientes são prejudicados por cuidados de saúde não seguros no mundo, resultando em 2,6 milhões de mortes por ano em países de baixa e média renda. A maior parte desses óbitos é evitável. O impacto pessoal, social e econômico do dano ao paciente leva a perdas de trilhões de dólares no mundo.

Saiba como contribuir para a segurança do paciente

Se você ou um ente querido é um paciente, envolva-se ativamente em seus próprios cuidados

  • Comunique aos profissionais em caso de sentir-se mal após o uso de medicamentos
  • Informe aos profissionais em caso de alergias
  • Evite quedas: peça ajuda se sentir mal-estar
  • Faça perguntas para estar ciente sobre sua condição de saúde e tratamento
  • Visitas e acompanhantes também devem lavar as mãos antes de tocar no paciente
  • Confirme sempre o nome do paciente antes de cada procedimento
  • Lave as mãos antes e depois de tocar o paciente

Profissional de saúde, envolva os pacientes como parceiros sob seus cuidados. Encoraje as notificações sem culpas e aprenda com os erros.

Gestor, invista na segurança do paciente e faça dela a sua prioridade

O Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) foi criado para contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional. A Segurança do Paciente é um dos seis atributos da qualidade do cuidado e tem adquirido, em todo o mundo, grande importância para os pacientes, famílias, gestores e profissionais de saúde com a finalidade de oferecer uma assistência segura.

Material encaminhado pela Dra. Célia Wada

Publicação do Ministério da Saúde

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.