CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS DE NATUREZA PREVIDENCIÁRIA E ACIDENTÁRIA
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS DE NATUREZA PREVIDENCIÁRIA E ACIDENTÁRIA

Da Redação (Brasília) – Estão disponíveis no portal do Ministério da Previdência Social os dados sobre a concessão de benefícios de natureza previdenciária e acidentária, relativos aos meses de outubro a dezembro de 2008 e janeiro de 2009. Os dados estatísticos são resultado do cruzamento dos códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e da Classificação Internacional de Doenças (CID).

É a primeira vez que a Previdência faz o cruzamento dessas informações, a partir de banco de dados da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev). Os dados referem-se somente a benefícios por incapacidade temporária, e estão excluídos os relativos à morte e à invalidez.

Para o diretor do Departamento de Saúde e Segurança Ocupacional, Remigio Todeschini, o cruzamento permite fazer uma melhor avaliação da incidência das doenças e acidentes do trabalho. “Com essas informações, o governo pode realizar um trabalho mais intenso de fiscalização e prevenção acidentária nos grandes setores econômicos, envolvendo os Ministérios do Trabalho e Emprego e da Saúde. Esse foi um dos principais pontos já definidos pela Comissão Tripartite de Saúde e Segurança no Trabalho”, afirma.

Cruzamento – Os afastamentos provocados por Ler/Dort e transtornos mentais lideram as estatísticas nos cruzamentos feitos entre CNAEs e CIDs, nos meses de outubro a dezembro do ano passado e janeiro de 2009.

Veja alguns dos principais motivos de afastamento por setor:

 

Agricultura – Destaque para Ler/Dort e traumatismos em geral;

Indústria – Maior incidência de Ler/Dort em relação a todos os outros setores econômicos no período pesquisado. Do total de afastamentos nos meses de outubro, novembro e dezembro – 32.112 casos -, a indústria liderou as estatísticas com 5.595 casos. Transtornos mentais, traumatismos em geral, doenças do sistema nervoso, do aparelho circulatório e digestivas somam-se aos casos de Ler/Dort como de maior incidência nesse setor;

Transporte – Destacam-se os transtornos mentais, as doenças do aparelho respiratório, LER/Dort (carga e descarga) e acidentes traumáticos;

 

Setor Financeiro – Transtornos mentais e LER/Dort lideram os afastamentos;

Construção Civil – As notificações acidentárias e de doenças profissionais estão relacionadas quase que exclusivamente a doenças do aparelho digestivo, LER/Dort e traumatismos em geral – quedas, choques e escoriações.

Todeschini informa que os técnicos do ministério vão continuar fazendo o cruzamento dessas informações e divulgando os resultados. “O trabalho que vem sendo feito é uma experiência que pretendemos aperfeiçoar nos próximos meses. Isso vai garantir um retrato fiel das doenças e acidentes do trabalho que lideram o ranking dos afastamentos em todos os setores econômicos do país”, acentua o diretor.

Informações para a Imprensa
Pedro Arruda
(61) 2021-5113
ACS/MPS

fonte – http://www.mpas.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!