MINHA EMPRESA FOI MULTADA, O QUE FAZER?
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

MINHA EMPRESA FOI MULTADA, O QUE FAZER?

Muitos profissionais equivocam-se nestas demandas e por isso tem seus trabalhos rejeitados pelos órgãos fiscalizadores ou mesmo são autuados sem saber que corriam esse “risco”

Mesmo possuindo documentos obrigatórios como PPRA, PCMSO, laudos e outros, muitas vezes esses documentos estão inadequados prejudicando ainda mais o andamento da empresa.

É de suma importância identificar a demanda do trabalho, escolher corretamente os procedimentos de análise, os profissionais que elaboram esses documentos e aplicá-los de maneira objetiva no entendimento das situações de trabalho e propor soluções neutralizadoras e/ou minimizadores das situações de riscos ergonômicos.

Muito importante é, ainda mais, escolher os profissionais corretos que elaboram esses documentos.

O trabalho em ergonomia parece muito simples, fazendo com que muitos profissionais vislumbrem a possibilidade de trabalho fácil e rápido.

Se cabem algumas dicas, sugerimos que os profissionais “ergonomistas” e os empresários sigam alguns passos:

Entenda a demanda de solicitação – o motivo gerador da notificação.

Sempre trabalhe com projetos de sua alçada – trabalhos mal formulados geram custos elevados à empresas e profissionais

Apresente de forma clara metodologias, ferramentas de análise e os riscos presentes em cada situação de trabalho

Tenha um plano de ação – propostas de melhoria sem planejamento geralmente não são aceitas perante os órgãos fiscalizatórios

Bom senso é fundamental – um bom plano de análise em ergonomia deve resolver ou minimizar os problemas identificados e não precisam necessariamente de projetos mirabolantes.

A maioria das soluções ergonômicas custa bem menos do que você imagina, sendo que as melhores propostas são construídas em conjunto com os trabalhadores.

Sistemas simples de prevenção como a nossa conhecida Ginástica do Gato, auxiliam e diminuem problemas que possam se instalar por conta de horas em esforço repetitivo diante de um computador, por exemplo, Ergonomia de conscientização e, profissionais competentes.

Esse é o caminho… Enfim, essa é nossa mensagem desta semana

 

Forte abraço à todos e boa semana!

Engenheiro – Osny Telles Orselli

Equipe de SST da CMQV, coordenador do departamentode Ergonomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *