4- APRESENTAÇÃO – IBGR – INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO DE RISCO

Sobre o IBGR – Instituto Brasileiro de Gestão de Risco

 

IBGR – ANÁLISE, AVALIAÇÃO, PREVENÇÃO E MITIGAÇÃO DE RISCOS  – em conformidades com a ISO/IEC 31010 e Normatizações pertinentes.

 

O IBGR é um dos maiores centros de trabalhos frente as análises sistemáticas de Risco no Brasil. O IBGR surgiu dada a grande necessidade da análise multidisciplinar e integrada dos riscos.

 

O IBGR segue padrões normativos  em conformidade com a norma ISO/IEC 31010 – Gestão de riscos – Técnicas para o processo de avaliação de riscos. Essa norma de diretrizes é a nova referência internacional para a seleção e uso das técnicas e ferramentas de risk assessment mais adotadas em todo o mundo concomitante ao estudo integrado de todas as normatizações sanitárias, ambientais e trabalhistas das legislações Brasileiras e internacionais.

 

Os especialistas do IBGR, utilizam  técnicas e ferramentas científicas e legais dando uma visão ampla e multifatorial á pesquisa do agente. São técnicas aplicadas em clientes de vários setores (indústria química e petroquímica, óleo e gás, energia, mineração, construção pesada, alimentos, administração pública, entre outros), são profissionais altamente gabaritados e com grande experiência, inclusive, em gerenciar workshops com equipes de avaliação de riscos das empresas-clientes.

 

As técnicas e ferramentas de avaliação de riscos mais utilizadas pelo IBGR, descritas na ISO/IEC 31010 e totalmente adaptáveis a qualquer tipo de organização, abrangem Riscos Estratégicos e Operacionais, Segurança de Processos, Riscos de Projetos, Riscos Socioambientais, Continuidade de Negócios, etc. e são as seguintes:

 

Análise Preliminar de Perigos (PHA);
Gestão de Risco Pontual (PDCA);
Estudo de Perigos e Operabilidade (HAZOP);
Técnica Estruturada de What-If (SWIFT);
Análise de Modos de Falha e Efeitos (FMEA/FMECA);
Análise de Árvore de Falhas (FTA);
Análise da Gravata Borboleta (Bow-Tie Analysis);
Análise de Camadas de Proteção (LOPA);
Análise de Causa-Raiz (RCA);
Análise de impactos Sociais (SA –  8000)
Análise de Riscos Técnicos Normativos – (físicos, químicos, biológicos, ergonômicos)
Análise de Riscos Patrimoniais transversais (através de softwers especiais)

 

Especificamente em relação a visão da “potencialização “ do acidente, nossos especialistas realizam a avaliação quantitativa dos Riscos Sociais para a quantificação de efeitos de acidentes potenciais induzidos tendo como base esse Risco Social (emocional e financeiro)

 

Para cada etapa do processo de avaliação de riscos, são utilizadas metodologias específicas em conformidade  com a ISO/IEC 31010, e, principalmente, metodologias específicas e pontuais  desenvolvidas  pelo  grupo técnico científico do IBGR.

 

Mais informações sobre os serviços, projetos e pesquisas do IBGR –
12 – 39535015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.